Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 21.jun.2017, Hebreus 4

Visto que temos um grande Sumo Sacerdote, JESUS, FILHO de DEUS, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão.
[Hebreus 6.20; 1.2-3; 8.1; 9.24; 10.12]
Porque não temos um Sumo Sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém Um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.
[2Coríntios 5.21; João 8.46; Hebreus 7.26; 2.17-18]
Cheguemos pois com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.
[Efésios 3.12; Filipenses 4.6-7; Êxodo 25.17-22; Levítico 16.2; 1Crônicas 28.11]

[42673]


Estar nas igrejas e não pertencem ao corpo de CRISTO.

.

Contexto em 1Coríntios 12:

"Ora, vós sois o corpo de CRISTO, e seus membros em particular."

Alguns, não poucos, têm submetido a teste o beneplácito de DEUS para com todos nós, pecadores.

Milhares de milhares têm se firmado, em homens religiosos (as lideranças eclesiásticas, tais como pastores, bispos, padres, médiuns, apóstolos, reverendos, missionários), andando cegamente conforme tudo quanto lhes ensina;

A grande maioria dos que frequentam o sistema religioso (lugares apelidados de 'igrejas' e instituições) são como CRISTO asseverou em Marcos 4, por que recebem a Sua Palavra como a semente que caiu entre espinhos, visto que, os cuidados deste mundo, e os enganos das riquezas e as ambições de outras coisas, entrando neles, sufocam a Palavra, e fica infrutífera;

A grande maioria dos que frequentam o sistema religioso são acérrimos defensores da letra, menospreza aos que não frequentam 'templos' e instituições apelidadas de 'igrejas' afectando grande piedade e santidade;

Pertencer ao corpo de CRISTO vai muito além do que apenas frequentar um lugar apelidado de 'igreja';

A verdade pelo testemunho do evangelho descrito pela Palavra de DEUS [contida na Bíblia], certifica que os discípulos e seguidores de CRISTO, convertidos ao entendimento, tanto em o tempo do Novo Testamento quanto neste presente século, são ensinados por DEUS [João 6.45], e a unção que recebem fica neles, e não possuem necessidade de que alguém os ensine; mas, como a unção do ESPÍRITO SANTO os ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela os ensinou, assim nELE permanecem [1João 2.27], e por assim viverem, perseveram em:

  • não se permitir em este ou aquele ser como melhor ou maior que a outrem mesmo possuindo título eclesiástico ou cursos teológicos, PhD, doutores em divindade, vasto conhecimento bíblico [Lucas 22.26]; 
  • não se dividir ou apregoar denominações ou agremiações e instituições religiosas [1Coríntios 1.12,13]; 
  • não sentir a necessidades de levar recursos financeiros e entregá-los nas mãos de religiosos, não aceitar a barganha, a libertinagem avarenta em usar versículos bíblicos para se manter instituições religiosos, seus fundadores e suas proles [1Coríntios 15.19];
  • não difundir a necessidade de autoridades eclesiásticas, e muito menos para ministrar cultos ou reuniões [1Coríntios 14.26];  
  • difundir que a comunhão está em CRISTO e não por frequentar lugares [1Coríntios 1.9];  
  • não se preocupar com a construção de templos [Atos 17.24], por que as reuniões são em CRISTO [Mateus 18.20] e em qualquer lugar, não por estar em um lugar supostamente santificado com nome de 'igreja';  
  • não usar vestes religiosas, as tais estolas e batinas e mantos como símbolo de santidade e separação de obreiros [Romanos 12.5], e abominam unções (e consagrações) de homens e mulheres religiosos que usam de tal artificio para perpetuarem seus cargos; 
  • não buscar os melhores lugares nas reuniões [Mateus 23.6]; 
  • não realizar campanhas, coreografias, danças, não formar cantores e corais para cantorias chamadas de "adoração", DEUS é ESPÍRITO, e importa que os que O adoram O adorem em espírito e em verdade [João 4]; 
  • sentir que a necessidade de 'congregar' [Hebreus 10.25] é pertencer a Igreja de CRISTO e não por ir a um lugar com apelido de 'igreja'; 
  • criticar e julgar conforme ordenado por CRISTO [João 7.24] as atitudes das lideranças eclesiásticas [Mateus 23] e a todos quanto vivem pela religiosidade; 
  • estar firmes na liberdade com que CRISTO os libertou, e não tornar a se colocar debaixo do jugo da servidão de homens religiosos, as lideranças eclesiásticas [Gálatas 5], se afastar de crendices, sofisma, dogmas, legalismo que os próprios lideres religiosos condenam e praticam, por que são amantes de si mesmos;
  •  
    Por todo o exposto, ainda o apóstolo Paulo adverte em Romanos 2, aos que a si mesmos se exaltam e se firmam apenas na 'igreja instituição' e suas lideranças, que não compreendem quão paciente DEUS está sendo.
    Ou então, não se incomodam com isso.
    Não vêem que ELE tem esperado todo esse tempo sem castigá-los, a fim de dar tempo para que abandonem a religiosidade firmada em preceitos, doutrinas e  vã filosofia de homens;
    Sua bondade tem a finalidade de levá-los ao arrependimento e não ao convencimento.

    Porém, não querem ouvir; assim, com isto, estarão guardando um castigo terrível para si mesmos, devido à teimosia em recusar a abandonar suas vontades carnais e terrenas;
    Pois, virá o dia da ira, quando DEUS será o Justo Juiz.
    ELE dará a cada um o que suas obras merecerem.


    Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
    Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.


    .


    A Bíblia não é a Palavra de DEUS.

    .

    Foto: Propaganda de Silas Malafaia.

    A história bíblica nos é apresentada pelos homens de DEUS, inspirados pelo ESPÍRITO SANTO, que compuseram individualmente os livros que formam a Bíblia.

    Porém, muitos têm se equivocado em admitir, outros usado de forma fraudulenta, outros se permitindo ao erro, em comum, ao afirmar o argumento capcioso de que a Bíblia é a Palavra de DEUS.

    Definitivamente, a Bíblia não é a Palavra de DEUS!!

    Alguns poderão estar estarrecidos com esta afirmação, porém, é a mais pura e cristalina verdade, testificada pela própria Palavra de DEUS.

    Mas, como é isto??

    Simples. Todos temos pleno conhecimento de que a Bíblia ao longo do tempo vem sendo adulterada (propositalmente), alguns mercenários religiosos movidos apenas pelo interesse pessoal e material a tem feito de forma comercial, de forma a render como mercadoria, produto, valor = NEGÓCIO; se estas Bíblias fossem a Palavra de DEUS, não seríamos justificados, ou melhor, estaríamos num mato sem cachorro caçando com gato e levando coelho por lebre;

    E neste intuito, o que passivamente chamamos de Bíblia Sagrada, está longe de ser, afinal, durante séculos, religiosos vem inserindo ou extraindo aquilo a que mais lhes é agradável ou aprazível, fazendo crer que a Bíblia seja a Palavra de DEUS.

    Centenas e milhares, através de estudos seculares e cursos (chamados de teologia) estão cada vez mais possuindo conhecimento bíblico (tornam-se PhD, doutores em divindade, bacharéis em vãs filosofias e mais uma porção de títulos seculares), porém, tudo isto por particulares interpretações do que nos apresenta a Palavra de DEUS, contudo, afastam-se sobremaneira do entendimento.

    Enfim, necessário se faz, meditar exaustivamente (e ainda é pouco) no que nos diz os relatos bíblicos de Apocalipse 19, porquanto, poderemos entender um pouco do que nos diz o SENHOR DEUS acerca de Sua Palavra:
    "E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco;
    e O que estava assentado sobre ele chama-se FIEL e VERDADEIRO;
    e julga e peleja com justiça.
    E os Seus olhos eram como chama de fogo;
    e sobre a Sua cabeça havia muitos diademas;
    e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ELE mesmo.
    E estava Vestido de veste tingida em sangue;
    e o nome pelo qual se chama é a Palavra de DEUS.
    "

    Diante o que nos afirma e testifica o contexto bíblico e de tudo o que os homens pela religiosidade vem adulterando de forma carnal, leviana, fútil, débil, sarcástica, somos constrangidos a aceitar que a Bíblia não é a Palavra de DEUS;

    E por fim, sem delongas, a expressão ao bem da verdade e ao evangelho e a sã doutrina de CRISTO, é que a Bíblia contém a Palavra de DEUS, a essência, o que constitui a natureza de qual seja a boa, agradável e perfeita vontade do CRIADOR!!


    Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
    Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.