Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 14.abr.2017, Jeremias 18

Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Não poderei EU fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o SENHOR. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na Minha mão, ó casa de Israel.
[Isaías 64.8; 45.9; Mateus 20.15; Jeremias 18.4; Daniel 4.23]
No momento em que falar contra uma nação, e contra um reino para arrancar, e para derrubar, e para destruir,
[Jeremias 1.10; 12.14-17; 25.9-14; 45.4; Amós 9.8]
se a tal nação, porém, contra a qual falar se converter da sua maldade, também EU ME arrependerei do mal que pensava fazer-lhe.
[Jeremias 26.3,13; Ezequiel 18.21; Juízes 2.18]

[40110]


A Bíblia não é a Palavra de DEUS.

.

Foto: Propaganda de Silas Malafaia.

A história bíblica nos é apresentada pelos homens de DEUS, inspirados pelo ESPÍRITO SANTO, que compuseram individualmente os livros que formam a Bíblia.

Porém, muitos têm se equivocado em admitir, outros usado de forma fraudulenta, outros se permitindo ao erro, em comum, ao afirmar o argumento capcioso de que a Bíblia é a Palavra de DEUS.

Definitivamente, a Bíblia não é a Palavra de DEUS!!

Alguns poderão estar estarrecidos com esta afirmação, porém, é a mais pura e cristalina verdade, testificada pela própria Palavra de DEUS.

Mas, como é isto??

Simples. Todos temos pleno conhecimento de que a Bíblia ao longo do tempo vem sendo adulterada (propositalmente), alguns mercenários religiosos movidos apenas pelo interesse pessoal e material a tem feito de forma comercial, de forma a render como mercadoria, produto, valor = NEGÓCIO; se estas Bíblias fossem a Palavra de DEUS, não seríamos justificados, ou melhor, estaríamos num mato sem cachorro caçando com gato e levando coelho por lebre;

E neste intuito, o que passivamente chamamos de Bíblia Sagrada, está longe de ser, afinal, durante séculos, religiosos vem inserindo ou extraindo aquilo a que mais lhes é agradável ou aprazível, fazendo crer que a Bíblia seja a Palavra de DEUS.

Centenas e milhares, através de estudos seculares e cursos (chamados de teologia) estão cada vez mais possuindo conhecimento bíblico (tornam-se PhD, doutores em divindade, bacharéis em vãs filosofias e mais uma porção de títulos seculares), porém, tudo isto por particulares interpretações do que nos apresenta a Palavra de DEUS, contudo, afastam-se sobremaneira do entendimento.

Enfim, necessário se faz, meditar exaustivamente (e ainda é pouco) no que nos diz os relatos bíblicos de Apocalipse 19, porquanto, poderemos entender um pouco do que nos diz o SENHOR DEUS acerca de Sua Palavra:
"E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco;
e O que estava assentado sobre ele chama-se FIEL e VERDADEIRO;
e julga e peleja com justiça.
E os Seus olhos eram como chama de fogo;
e sobre a Sua cabeça havia muitos diademas;
e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ELE mesmo.
E estava Vestido de veste tingida em sangue;
e o nome pelo qual se chama é a Palavra de DEUS.
"

Diante o que nos afirma e testifica o contexto bíblico e de tudo o que os homens pela religiosidade vem adulterando de forma carnal, leviana, fútil, débil, sarcástica, somos constrangidos a aceitar que a Bíblia não é a Palavra de DEUS;

E por fim, sem delongas, a expressão ao bem da verdade e ao evangelho e a sã doutrina de CRISTO, é que a Bíblia contém a Palavra de DEUS, a essência, o que constitui a natureza de qual seja a boa, agradável e perfeita vontade do CRIADOR!!


Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.


Nenhum comentário: