Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 12.set.2017, Amós 2

Assim diz o SENHOR: Por três transgressões de Israel e por quatro, não retirarei o castigo, porque vendem o justo por dinheiro e o necessitado por um par de sapatos.
[Joel 3.3; 2Reis 18.12; Amós 5.11-12]
Suspirando pelo pó da terra sobre a cabeça dos pobres, eles pervertem o caminho dos mansos; e um homem e seu pai entram à mesma moça, para profanarem o Meu santo nome.
[Amós 5.12; Isaías 10.2; Ezequiel 22.11; Miqueias 2.2]
E se deitam junto a qualquer altar sobre roupas empenhadas e na casa de seus deuses bebem o vinho dos que tinham multado.
[Amós 6.6; Êxodo 22.26-27; Deuteronômio 24.12-17; Juízes 9.27; Isaías 57.7]
Não obstante EU ter destruído o amorreu diante deles, a altura do qual era como a altura dos cedros, e cuja força era como a dos carvalhos; mas destruí o seu fruto por cima e as suas raízes por baixo.
[Malaquias 4.1; Números 13.32-33; 21.23-25; Jó 18.16; Gênesis 15.16]

[45375]

Cientistas dizem que Jesus foi crucificado a 3 de Abril de 33

Um estudo conduzido pela International Geology Review concluiu que Jesus Cristo foi crucificado a 3 de Abril do ano 33. Tamanha certeza deve-se ao facto de ter ocorrido nesse dia um terramoto no Mar Morto, a cerca de 20 quilómetros de Jerusalém, que é mencionado na Bíblia.

Apoiados na descrição do terramoto presente no Evangelho segundo Mateus, cientistas analisaram amostras de solo na praia de Ein Gedi Spa, junto ao Mar Morto, detectando vestígios de dois abalos de terra.

Um dos cientistas disse ao Discovery Channel que é sabido que um dos grandes terramotos na região ocorreu quando Pôncio Pilatos era o governador da Judeia. A partir daí o quebra-cabeças começou a compor-se e foi estabelecido que 3 de Abril é a data mais provável.

CorreiodaManha

Nenhum comentário: